Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/06/18 às 13h35 - Atualizado em 16/05/19 às 15h25

Zoo de Brasília recebe proposta de parceria da Embaixada do Quênia

A Fundação Jardim Zoológico de Brasília realizou, nesta terça-feira (26/06), reunião com representantes da Embaixada do Quênia. Foi apresentada proposta de parceria voltada para a educação ambiental, para a capacitação técnica bilateral e com o manejo cooperativo para conservação de espécies selvagens.

 

Participaram do encontro o diretor-presidente da FJZB, Gerson Norberto, a superintendente de Conservação e Pesquisa do Zoo, Ana Raquel Faria, o primeiro chanceler da Embaixada do Quênia, Stanley Kimani Mwangi, e o assessor de Parcerias Internacionais, Kimani G. Kuria.

 

Segundo os representantes do Quênia, a proposta foi apresentada em função das ações conservacionistas e educacionais desenvolvidas atualmente pelo Zoológico de Brasília, as quais classificam como referência e de alta relevância para execução no país africano.

 

A parceria irá contemplar o manejo cooperativo de espécies africanas selvagens e ameaçadas de extinção, com prestação de apoio aos programas conservacionistas instituídos pela Fundação. As ações proporcionarão o estabelecimento de populações back-ups (reserva) destas espécies, saudáveis e aptas a colaborar com a preservação das populações que ocorrem em suas áreas nativas (in situ).

 

A capacitação dos técnicos da FJZB e o incentivo as atividades de educação ambiental que serão desenvolvidas, tanto no Zoo de Brasília como em Parques no Quênia como o Nairobi National Park, estão contempladas na proposta da parceria e serão acompanhadas pelas equipes das duas instituições.

 

As atividades proporcionarão, para o público de Brasília, informações atuais sobre desafios enfrentados pelas espécies selvagens em seu próprio ambiente, e para a população queniana a importância das atividades colaborativas desenvolvidas no Brasil para salvar espécies selvagens da extinção.

 

Gerson Norberto explicou que “as ações serão realizadas de forma conjunta, esclarecendo como todos podem e precisam ajudar no cenário de defaunação global, que significa a diminuição de animais selvagens em seus habitats tornando os ecossistemas do planeta vulneráveis em função da perda de biodiversidade”.

 

A próxima etapa é a formalização de um termo de cooperação interinstitucional, no qual conterá um Plano de Trabalho com duração inicial de dois anos. Kimani G. Kuria sugeriu a participação da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), ligada ao Ministério de Relações Exteriores (MRE). A proposta foi bem recebida pela FJZB, pois a instituição já realiza um projeto de cooperação com a Bolívia por meio da mesma agência, especificamente com o Zoo de Vesty Pakos em La paz e com objetivos similares.

 

De acordo com Ana Raquel Faria, parcerias como esta são estratégicas e extremamente importantes para atingir a missão conservacionista do Zoológico de Brasília. “Temos o grande desafio no Brasil de manejar, de forma cooperativa, as espécies sob os nossos cuidados porque entendemos que somente integrando as ações e as instituições é que conseguiremos mudar o cenário atual e reverter o impacto antrópico global sobre as espécies selvagens”, afirma a superintendente.

ZOO - Governo do Distrito Federal

Fundação Jardim Zoológico de Brasília

Fundação Jardim Zoológico de Brasília Avenida das Nações, Via L4 Sul, s/n - Brasília, DF. CEP - 70610-100 Telefone: 3445-7007